A cidade de Tianjin, situada a uma hora de Pequim em automóvel, anunciou hoje o seu primeiro alerta vermelho - o mais alto - por poluição do ar, que deve arrancar quando o mesmo alerta cessar na capital chinesa.

A medida, que começa à meia-noite de hoje (16 horas em Lisboa), e durará 30 horas, inclui a redução ou encerramento na produção das fábricas e estaleiros mais poluentes.

Os infantários e as escolas de ensino básico e médio são também aconselhados a suspender as aulas e as empresas a adotar "um horário de trabalho flexível", enquanto a circulação de automóveis é reduzida para metade.