A polícia chinesa resgatou um menino que terá sido vendido por um obstetra da maternidade onde nasceu. De acordo com a BBC, que cita meios de comunicação chineses, o bebé nasceu a 16 de Julho, na província de Shaanxi, e foi encontrado, este domingo, na província de Henan. Vão ser realizados agora testes de ADN para confirmar a identidade da criança.

O médico em causa terá dito aos pais que o menino tinha nascido com problemas congénitos graves e convenceu-os a entregarem-lho para que o tratasse. O casal acabou por recorrer à polícia, depois de desconfiar que foram enganados.

Além do médico, foram ainda detidos um homem e uma mulher, suspeitos de envolvimento em tráfico de bebés.