Defensores dos direitos dos animais lançaram 279 cartazes em 14 cidades da China, incluindo na capital Pequim, para denunciar o consumo de carne de cão e gato por parte da população, visando preservar aqueles bichos.

«O que você põe na sua boca pode ter sido o melhor amigo do seu filho», refere um cartaz lançado pela entidade que promove da iniciativa, a Animal Asia, e que assinala a necessidade de cada cidadão chinês ¿saber quando dizer não à carne de gato ou cão¿.

As tradições culturais antigas daquele país asiático impelem muitos chineses, sobretudo os do sul do país, a consumir a carne de cão e gato, mas o desenvolvimento da classe média chinesa, está a mudar estes hábitos alimentares, fazendo com que os moradores das regiões urbanas olhem para estes bichos como animais de estimação.