Uma chinesa que estava em coma há dois anos, casou-se, antes de lhe desligarem as máquinas. He Jingjing casou-se em Guangdong, sudeste da China.

He Jingjing e Lu Lai, o noivo, viviam uma vida feliz, até 2011, altura em que a jovem ficou doente. Trabalhavam ambos como funcionários públicos, compraram uma casa e preparavam-se para se casar. Mas He sentiu-se mal um dia no trabalho e foi levada ao hospital. No percurso, conta o jornal inglês «DailyMail» na sua edição online, entrou em paragem cardiorespiratória e entrou em coma.

Os médicos conseguiram trazê-la à vida, mas os danos cerebrais provocados pela paragem cardiorespiratória eram muito extensos e a jovem nunca mais acordou.

Agora, dois anos depois, no dia do 28º aniversário de He, a família resolveu festejar a data com o tão aguardado casamento, pouco antes de as máquinas que a mantinham ligada à vida serem desligados.

A família decidiu também doar os órgãos de He.