O milionário chinês Zong Qinghou, o homem mais rico da China até há passada semana, foi ferido num alegado caso de vingança após a demissão de alguns dos seus funcionários, revela a imprensa do país.

Zong Qinghou é presidente da companhia de bebidas Wahaha Group e a revista Forbes estima a sua fortuna em 11 mil milhões de dólares, este ano a segunda maior da China depois da mesma revista avaliar o património de Wang Jianlin, dono do Wanda Group, em 14 mil milhões de dólares.

O magnata foi atacado sexta-feira nas imediações da sua casa na cidade oriental de Hangzhou e ficou ferido nos dedos, refere a agência Xinhua, citando a polícia e ao referir que o suspeito do ataque tinha sido detido.