Uma mulher na província chinesa de Fujian, sudeste do país, que tentou vender a filha para conseguir fundos para uma operação para o seu marido, recebeu uma doação de 1,27 milhões de yuan (165.000 euros) de mais de 3.000 pessoas.

De acordo com o diário «Sina News», o dinheiro recebido por Ni Qiong ultrapassa a quantia necessária para as despesas médicas da operação de urgência e, por isso, o marido, Zhou Guixing, devolveu 600.000 yuan (78.000 euros), distribuídos em donativos para organizações de beneficência.

O jornal revelou que 500.000 yuan (65.000 euros) foram enviados à Cruz Vermelha e o resto do dinheiro será entregue a famílias mais desfavorecidas de Youyang, a cidade natal do casal.

A 11 de dezembro, Zhou Guixing caiu do terceiro andar de um prédio em construção e ficou gravemente ferido e após ter perdido o contacto com o diretor da obra, a família ficou sem dinheiro para as despesas hospitalares necessárias.

Cinco dias depois do acidente, Ni Qiong tentou vender a sua filha, ainda bebé, numa rua da cidade para conseguir dinheiro e salvar o seu marido.

A comunicação social chinesa contou o caso e poucos dias depois o casal recebeu 1,27 milhões de yuan, 100.000 dos quais doados por um homem que quis manter o anonimato.