As autoridades chinesas confirmaram  esta quarta-feira a morte de 19 pessoas na sequência de uma inundação numa mina de carvão no norte do país, informou a agência Xinhua.

As equipas de salvamento, que retiraram 19 corpos da mina de Jiangjiawan, na província de Shanxi, tentavam resgatar dois mineiros que continuam encurralados no seu interior, indicou o porta-voz da Administração Estatal de Segurança no Trabalho, Huang Yi, em conferência de imprensa.

Do universo de 247 pessoas que se encontravam no interior da mina aquando do acidente – ocorrido na tarde de domingo – 223 conseguiram sair em segurança, enquanto 24 ficaram encurraladas.

Até à tarde de terça-feira, tinham sido bombeados cerca de 6.100 metros cúbicos de água do interior da mina de carvão, propriedade da Datong Coal Mine Group, com uma capacidade de produção de 900.000 toneladas por ano.

Os acidentes em minas são comuns na China, o maior consumidor mundial de carvão.

Segundo a agência oficial chinesa, o número de mortes causadas por acidentes em minas de carvão caiu 86,7% para 931 no ano passado comparativamente a 2002 (7.000), o ano mais fatal, como recorda a Lusa.