A polícia de Hong Kong deteve hoje vários manifestantes durante alguns dos mais violentos confrontos registados desde o início dos protestos pró-democracia, há mais de duas semanas, no centro financeiro da cidade.

Dezenas de agentes policiais carregaram sobre manifestantes concentrados junto a novas barricadas que tinham erguido numa das avenidas principais de Hong Kong, próxima da sede do Governo, indicou um jornalista da agência de notícias francesa, AFP, no local.

Zonas do vital centro financeiro de Hong Kong estão paralisadas há mais de duas semanas por manifestações apelando para que Pequim dê à antiga colónia britânica democracia total e que o líder do executivo desta região administrativa especial chinesa, Leung Chun-ying, se demita.