Um elefante asiático selvagem foi apanhado a circular no meio das ruas da cidade de Pu'er, na província de Yunnan, no sudoeste da China. O incidente, que aconteceu durante a noite de sábado e manhã de domingo, provocou alguns estragos e obrigou à intervenção das autoridades e trabalhadores florestais, que tiveram de anestesiar o animal. 

De acordo com a agência Xinhua, o elefante entrou no bairro de Simao e andou a vaguear no meio das ruas durante várias horas, causando danos consideráveis. Num vídeo, partilhado nas redes sociais, é possível perceber o pânico da população com o aparecimento repentino do animal. 

Relatos da imprensa local dão conta que o animal tentou, inclusive, entrar dentro de algumas habitações, localizadas perto de um parque da cidade. 

Perante o sucedido, as autoridades e os trabalhadores florestais bloquearam algumas estradas e deslocaram as pessoas, antes de anestesiar o animal e levá-lo para o Centro de Criação e Resgate de Elefantes da China, onde foi examinado.

Apesar de ter sido a primeira anestesia dada a um elefante adulto asiático selvagem na China, o veterinário que tratou do animal, Bao Mingwei, revelou que o animal - com mais de duas toneladas e 2,2 metros de altura - estava bem de saúde.

Ainda assim, o médico garantiu que ia realizar exames mais específicos, antes de devolver o elefante, com uma idade estimada entre os 12 e os 15 anos, ao seu habitat natural.

Segundo o responsável da investigação sobre elefantes asiáticos da Universidade de Yunnan, Chen Mingyong, a intrusão do animal pouco teve a ver com comida, mas sim um passeio sem rumo.