O XIX congresso do Partido Comunista da China começou esta quarta-feira em Pequim e deverá reforçar a liderança de Xi Jinping, de 64 anos.

Nesta reunião dos membros do partido, vão ser alterados os estatutos de modo a integrar o pensamento doutrinário do presidente da China.

Durante um discurso de mais de três horas, que marcou o início do congresso, Xi Jinping afirmou que o progresso feito nos últimos anos é notável, mas que é preciso mais para atingir o objetivo de rejuvenescimento nacional.

O presidente chinês disse que está na altura do país se transformar numa "força poderosa", capaz de liderar o mundo inteiro em questões políticas, económicas, militares e ambientais. 

"A nação levantou-se, cresceu e ficou mais forte. Agora, é tempo de abraçar o seu rejuvenescimento"

O congresso do Partido Comunista, que se realiza de cinco em cinco anos, prolonga-se por uma semana.

Nele participam cerca de 2.300 delegados, em representação de 89 milhões de militantes, que vão votar os 200 nomes do comité central.

Esse comité elegerá depois a nova comissão política do partido, da qual sairá o novo comité permanente, presidido por Xi Jinping.