Um pretendente chinês que ofereceu à sua futura mulher 8,88 milhões de yuan (quase 1,1 milhões de euros) causou indignação na China pela extravagância da demonstração de riqueza num país que está ainda em desenvolvimento.

Dezoito homens transportaram cestas e caixas cheias de dinheiro, que no total pesavam mais de 102 quilos, noticiou o jornal «Shanghai Daily».

As fotos mostram cestos de bambu cheios de notas de 100 yuan, de cor vermelha e com a imagem de Mao Zedong, o pai do comunismo na China.

Os cestos foram entregues em casa da mulher por uma comitiva de carros luxuosos liderada por um carro desportivo vermelho, de marca Maserati, pertencente ao noivo.

As famílias acordaram no valor de 8,88 milhões porque o oito é o número da sorte e da saúde na China.

O assunto chamou literalmente a atenção num país em desenvolvimento, mas em que ainda há muita pobreza. Na Internet, alguns blogs manifestaram-se contra a ostentação, afirmando que o homem «não vai bem casar com uma mulher, mas comprar uma», cita o «The Telegraph».