Um Airbus A319 foi obrigado a aterrar de emergência na China depois da janela do cockpit ter rachado. O copiloto ficou ferido no rosto, avançou a Administração de Aviação Civil da China.

O avião da companhia aérea Sichuan Airlines, deslocava-se de Chongqing, no centro da China, para a capital do Tibete, Lhasa, no sudoeste, aterrou a meio da viagem, na cidade de Chengdu, ainda em território chinês. 

Segundo a agência Reuters, os 119 passageiros do voo saíram ilesos, e apenas um outro membro da tripulação sofreu ferimentos ligeiros, durante a aterragem.

O comunicado da Administração de Aviação Civil da China afirma que já está a decorrer uma investigação para apurar as causas do incidente. 

Fotografias capturadas pelos passageiros e difundidas no portal do Diário do Povo, o jornal oficial do Partido Comunista Chinês, mostram que as máscaras de oxigénio foram libertadas.

Outras imagens mostram que outra janela do cockpit pode ter sido mesmo removida.