Treze pessoas morreram na China e outras treze estão desaparecidas na sequência das chuvas que desde terça-feira atingem várias regiões do sul do país, segundo informaram as autoridades locais.

A precipitação abundante causou inundações e deslizamentos de terra nas províncias de Jiangxi, Guizhou, Guangdong, Hunan e na região autónoma de Guangxi.

Além das vítimas, cerca de 50 mil pessoas foram retiradas das suas habitações e duas mil casas ficaram destruídas ou sofreram danos, assim como campos agrícolas, infraestruturas e comunicações, de acordo com dados divulgados hoje pela agência oficial Xinhua.