As autoridades chinesas anunciaram, esta terça-feira, ter retirado um total de 12.768 pessoas em Wangcang, na província de Sichuan, no sudoeste da China, na sequência das chuvas torrenciais que se abateram sobre a região na segunda-feira.

As fortes chuvas, cujos níveis bateram o recorde dos últimos 20 anos, afetaram mais de 120 mil pessoas em Wangcang, segundo indicaram as autoridades locais, citadas pela agência oficial Xinhua.

Todos os anos, especialmente nos meses de verão, as zonas do centro e sul da China sofrem inundações e desastres naturais, os quais causaram 4.000 mortos só em 2010, naquele que foi o balanço mais trágico em uma década, de acordo com dados oficiais.