Vinte e nove grupos da oposição síria deram este domingo um prazo de 48 horas para que seja posto fim à ofensiva das forças do regime na zona de Damasco, findo o qual considerarão nulo o acordo de cessar-fogo.

O ultimato é dirigido aos Estados Unidos e à Rússia, promotores do cessar-fogo assinado em fevereiro.

“Damos 48 horas aos patrocinadores do cessar-fogo para salvarem o que resta do acordo e obrigarem o regime criminoso de [Bashar] al-Assad e os seus aliados a pararem completa e imediatamente a ofensiva selvagem contra Daraya e Ghouta”, a leste de Damasco, afirmaram os 29 grupos numa declaração conjunta, de acordo com as agências.