O Sudão do Sul foi palco, esta segunda-feira, de combates violentos, de acordo com a Reuters. Isto apesar do presidente sul-sudanês, Salva Kiir, ter ordenado um cessar-fogo

O cessar-fogo ordenado pelo presidente entrou em vigor às 18:00 locais (16:00 em Lisboa), após três dias de combates na capital, Juba, entre forças leais ao chefe de Estado e ex-rebeldes, anunciou o ministro da Informação, Michael Makuei.

O presidente assinou um decreto ordenando “a cessação das hostilidades com efeito imediato” a partir das 18:00 locais, segundo um comunicado lido por Makuei na televisão do Estado (SSBC).

Entretanto, o rival Riek Machar também veio anunciar um cessar-fogo unilateral, a entrar em vigor uma hora depois.