O chamado “encantador de cães”, Cesar Millan, conhecido pelos seus programas de televisão que mostram a transformação de cães agressivos em obedientes animais de estimação, está na mira da polícia por causa de eventuais maus-tratos a um animal.

Segundo noticiou a NBC, a polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, visitou o centro de psicologia animal de Santa Clarita, na quinta-feira, para apurar a denúncia de que um porco teria sido agredido por um cão durante umas filmagens.  

A empresa produtora do programa nega que o animal tivesse ficado ferido na orelha.

Cesar Millan não se encontrava no centro naquela altura.