Antigos deportados encontram-se este domingo em Dachau (no sul da Alemanha) para uma cerimónia que assinala os 70 anos da libertação do campo nazi, que este ano tem particular relevo devido à participação da chanceler alemã, Angela Merkel.

Durante estes últimos 12 meses de comemorações do fim da barbárie nazi, é a única vez que a dirigente alemã participará numa cerimónia num campo de concentração.

Devido à idade dos sobreviventes, esta será igualmente uma das últimas ocasiões onde a chanceler, em representação do governo alemão, e as testemunhas ainda vivas se encontram neste local de memória.