Soldados da União Africana dispararam esta segunda-feira sobre manifestantes que protestavam contra o presidente da República Centro Africana matando pelo menos uma pessoa, testemunhou um jornalista da AFP no local.

Várias centenas de manifestantes cristãos ocupam a entrada do aeroporto de Bangui, capital da República Centro Africana, exigindo a saída do Presidente Michel Djotodia que se tornou no primeiro líder muçulmano da nação de maioria cristã após o golpe de março e que desencadeou a violência no país.

Dois veículos todo o terreno com tropas da União Africana seguiam em direção aos manifestantes atirando para o ar e contra a multidão, mantando pelo menos uma pessoa e ferindo outra.