As forças policiais espanholas e marroquinas desmantelaram esta quarta-feira uma célula jihadista numa operação em que detiveram cinco alegados terroristas em Marrocos e um no território espanhol no norte de África de Melila, entre os quais o líder da organização.

O Ministério do Interior (Administração Interna) espanhol informou esta quarta-feira, em Madrid, que os detidos formavam uma célula terrorista que se encontrava num nível perigoso de ativação.

O líder desta célula, de 39 anos e nacionalidade espanhola, foi detido pelas autoridades de Marrocos quando se encontrava nesse país para tentar captar e doutrinar novos membros, seguindo a estratégia do Estado Islâmico.