O presidente catalão Artur Mas assinará «nos próximos dias» o decreto de convocatória da consulta soberanista de 9 de novembro, depois da publicação na terça-feira no diário oficial da região da nova lei de consultas.

Francesc Homs, porta-voz do Governo regional catalão, explicou a decisão numa conferência de imprensa em Barcelona depois da reunião do Conselho Executivo, equivalente ao Conselho de Ministros.

Homs explicou que Artur Mas descartou, para já, antecipar as eleições da Catalunha, e escusou-se a concretizar o dia exato da assinatura do decreto de convocatória.