A maioria dos espanhóis, 76%, e também 69% dos catalães, está de acordo com a decisão do Governo de convocar eleições na Catalunha para 21 de dezembro, segundo uma sondagem da Metroscopia para o jornal El País.

Já a forma como o Governo espanhol está a aplicar o artigo 155.º da Constituição, que suspende a autonomia da Catalunha, deixa 63% dos catalães insatisfeitos, mas agrada a 61% dos espanhóis.

Quase metade, 49%, dos catalães considera que a situação da comunidade “não é assim tão grave” e que é possível chegar a um acordo, número que sobe para 62% entre a generalidade dos espanhóis.

Nesta altura, 52% dos espanhóis atribuem a culpa da situação exclusivamente a Carles Puigdemont, 28% considera que o governo espanhol é o principal responsável e 19% distribui a responsabilidade a ambos os lados.

Já na Catalunha, 44% dos inquiridos culpam Rajoy, 32% atribuem culpas ao governo catalão e 24% a ambos.