suspensão do referendo à independência por parte do tribunal constitucional espanhol


A decisão do coletivo recebeu a unanimidade dos juízes do TC, considerando viáveis os argumentos apresentados pelo executivo de que a Constituição não permite o referendo de questões de autonomia.

O referendo estava previsto para 9 de novembro.