Todas as idades, sexos, profissões, todos os partidos soberanistas, ninguém desiste. Ninguém suspende a luta pela independência da Catalunha, até porque têm pela frente apenas uma suspensão do referendo.

Por isso, são milhares os catalães que estão a manifestar-se esta terça-feira, em Barcelona, contra a suspensão do referendo à independência por parte do tribunal constitucional espanhol.

O governo catalão diz que acata a decisão, mas lembra que se trata de uma suspensão, apenas, e que por isso vai continuar a defender a consulta popular com vista à separação de Espanha. 

A decisão do coletivo recebeu a unanimidade dos juízes do TC, considerando viáveis os argumentos apresentados pelo executivo de que a Constituição não permite o referendo de questões de autonomia.

O referendo estava previsto para 9 de novembro.