Os catalães voltaram a sair à rua a exigir a independência.

No dia da Catalunha formaram um cordão humano gigantesco para reclamar a separação do reino de Espanha.

Quatrocentos quilómetros de catalães alinharam-se e deram as mãos desde Pertús, junto à fronteira francesa, até ao sul de Tarragona. Tudo por uma Catalunha unida, com direito a autodeterminar-se.

A organização independentista Assembleia Nacional Catalã, que organizou o cordão humano, fala em sucesso total.



Havia 400 mil pessoas inscritas, mas os organizadores dizem que nas ruas estiveram um milhão e meio, quando os relógios marcavam 17 horas e 14 minutos, uma hora que evoca o ano de 1714 em que os catalães deixaram de ser independentes.

Mas o referendo, que os catalães que saíram à rua exigem já em 2014, tem sido bloqueado por Madrid.

O presidente do governo regional, defensor acérrimo da consulta popular, preferiu não participou no protesto, aparecendo apenas nas celebrações oficiais do dia da região.