1.    Harry foi padrinho de William. William vai ser padrinho de Harry

Em 2011, Harry acompanhou o irmão até ao altar e ficou a seu lado naquele que foi um dos momentos mais importantes da sua vida. Quando Kate Middleton entrou na Abadia de Westminster, Harry virou-se para ver a futura cunhada e segredou a William, que nunca se virou para trás: "Espera até a veres". A cumplicidade entre os dois irmãos foi notória e, certamente, no sábado voltará a evidenciar-se. O Palácio de Kensington confirmou, através de comunicado, que o príncipe Harry convidou o irmão para ser seu padrinho no seu casamento com Meghan Markle, algo que deixou o príncipe William "muito honrado".

Príncipes William e Harry à chegada à Abadia de Westminster em 2011

2.    Segurança reforçada

No casamento de William e Kate, o reforço de segurança custou aos cofres britânicos 7.20 milhões de euros. Apesar de o casamento de Harry e Meghan ser menor, os custos com a segurança deverão ser semelhantes. Isto porque a polícia tem de deslocar para Windsor milhares de agentes para garantir a segurança não só da família real e dos convidados, como também das milhares de pessoas que ali se vão deslocar para assistir ao casamento real. O espaço aéreo encontra-se restrito, sendo que é proibido que aviões ou drones sobrevoem a zona do Castelo de Windsor, no dia do casamento.

3.    Tal como William, Harry teve de pedir autorização à rainha para casar

O agora sexto na linha de sucessão ao trono britânico teve, tal como o irmão, de obter a aprovação da rainha Isabel II para poder casar com a noiva que escolheu. Tal acontece por causa da lei Royal Marriages Act 1772 que dá à monarca o direito de vetar os casamentos dos seis primeiros membros da linha de sucessão ao trono britânico, atualmente os príncipes Carlos, William, George, Charlotte, Louis e Harry.

4.    Kate e Meghan crismadas

Meses antes do seu casamento com o príncipe William, Kate Middleton foi crismada na igreja anglicana, numa cerimónia privada em que marcaram presença os pais e o noivo, o príncipe William. Em março deste ano, Meghan Markle recebeu os sacramentos do batismo e da confirmação, numa cerimónia, privada que contou com a presença do príncipe Harry.

5.    Cortejo pela cidade

O momento mais aguardado do casamento será o cortejo pela cidade. Em 2011, William e Kate saíram da Abadia de Westminster e percorreram as ruas de Londres até ao palácio de Buckingham para gáudio da multidão. Em Windsor o cenário não deverá ser muito diferente. Assim que a cerimónia terminar, o casal real dará início ao cortejo pelas ruas da cidade durante cerca de 25 minutos. "O príncipe Harry e a senhorita Meghan Markle estão muito ansiosos por esta parte do dia. Será a sua oportunidade de expressar a sua gratidão pelos votos calorosos que receberam durante o seu noivado", anunciou o porta-voz do príncipe Harry. 

William e Kate depois do casamento

6.    Doações em vez de presentes 

Os duques de Cambridge apelaram aos convidados que, como presente de casamento, fizessem doações para várias instituições de solidariedade. No total, mais de um milhão de libras foram angariadas para 26 instituições. A pouco mais de um mês do casamento real, também o príncipe Harry e a noiva Meghan Markle informaram que preferem receber donativos para apoiar instituições de solidariedade, em vez de presentes de casamento.

7.    Ouro das alianças

Ainda não se sabe se o príncipe Harry vai seguir os passos do irmão e não usar aliança, mas o que é já certo é que a aliança da noiva Meghan será feita com o mesmo ouro de que foi feita a aliança da duquesa de Cambridge. Assim sendo e mantendo a tradição, Quando o Harry se casar com Meghan Markle, oferecerá à mulher uma aliança feita de ouro do País de Gales. A tradição começou com a bisavó de Harry, a rainha-mãe, quando casou com o futuro rei Jorge VI, em 1923. 

8.    Famosos a atuar

A festa de casamento dos duques de Cambridge contou com a presença de vários famosos, alguns dos quais chegaram mesmo a atuar, como foi o caso de Ellie Goulding. Segundo a Hello Magazine, no casamento de Harry e Meghan é esperado que Ed Sheeran atue. 

9.    Uma receção e uma festa

Após a cerimónia religiosa, os duques de Cambridge seguiram para um almoço, oferecido pela rainha Isabel II, no palácio de Buckingham. À noite, os noivos juntaram-se a 300 convidados para um jantar e uma festa que durou até às 3:00 e terminou com fogo de artifício. No próximo sábado, depois da cerimónia, os noivos seguem para um brinde em St George's Hall. À noite, 300 convidados chegados marcarão presença numa receção privada oferecida pelo príncipe Carlos, o pai do noivo.

10.    Lua-de-mel adiada

Dias após o casamento real de William e Kate, o Palácio de St. James emitiu um comunicado onde revelava que "o duque e a duquesa de Cambridge optaram por não viajar em lua-de-mel de imediato. O casal vai passar o fim de semana no Reino Unido e o duque voltará ao trabalho como piloto na próxima semana". Mais tarde, o casal passou 10 dias numa ilha privada das Seychelles. De acordo com a agenda do príncipe Harry, os noivos deverão seguir o exemplo dos duques de Cambridge e só gozarão a lua-de-mel mais tarde. Isto porque o príncipe Harry e a mulher farão a sua primeira presença enquanto casados na semana a seguir ao enlace.

O dia após o casamento dos duques de Cambridge