A Casa Branca afirmou, esta terça-feira, que a equipa de segurança nacional do Presidente norte-americano, Barack Obama, diz não haver atualmente uma ameaça “específica” ou “credível” por parte do autoproclamado Estado Islâmico contra os Estados Unidos.

“O Presidente instruiu a sua equipa de segurança nacional para continuar a intensificar os esforços em curso para deteriorar e destruir” o autodenominado grupo Estado Islâmico, indicou a Casa Branca, instando a uma maior cooperação com os aliados.

Esta terça-feira,  numa conferência conjunta na Casa Branca, o presidente dos EUA e o presidente da França, François Hollande, concordaram que os dois países devem fazer “mais” para derrotar o Estado Islâmico. 
 

“Como americanos, ficamos ao lado dos nossos amigos nos tempos bons e maus”.