Numa altura em que Itália se recompõe do sismo que destruiu parte do centro do país e vitimou centenas de pessoas, o jornal satírico francês Charlie Hebdo publicou um cartoon em que as vítimas surgem com legendas que remetem para pratos da gastronomia italiana.

No título da publicação, que saiu na edição de 31 de agosto, pode ler-se “Sismo à italiana”. Em baixo, estão três desenhos acompanhados pelas legendas “Penne com molho de tomate”, “Penne gratinado” e “Lasanhas”.

Charlie Hebdo publicou o cartoon na edição de 31 de agosto

A imprensa italiana já reagiu e condena a escolha do Charlie Hebdo. Nas redes sociais, muitos são os internautas que têm manifestado o seu desagrado com a publicação e já dizem “je ne suis pas Charlie”, em alusão à hastag #jesuisCharlie utilizada aquando do atentado terrorista na redação do jornal francês, em janeiro de 2015, como expressão de solidariedade.

 

Mas também há quem defenda a liberdade de expressão do Charlie Hebdo e acuse os ofendidos de alguma hipocrisia por só acharem graça quando as piadas surgem sobre a dor ou religião alheia, como é o caso dos cartoons polémicos sobre muçulmanos.