A Alemanha vai passar a exigir aos fabricantes de automóveis que os carros pessoais equipados com a função de piloto automático - também conhecidos como carros sem condutor - venham equipados com uma caixa negra, semelhante àquelas que existem nos aviões, para determinar responsabilidades em caso de acidente.

À Reuters, fonte do ministério dos Transportes germânico, indicou que a ideia passa também por permitir que os condutores possam intervir numa situação de emergência, mesmo que o carro esteja com aquele mecanismo autónomo ativado. Para isso, deverão permanecer sentados ao volante.

A caixa negra deverá, assim, estar apta a registar várias situações: quando o mecanismo de piloto automático esteve ativo, quando o motorista conduziu e quando o sistema, por algum motivo, solicitou que o condutor assumisse o controlo da condução.

Um acidente fatal de um carro Tesla Motors Inc Model S, que seguia em modo de piloto automático, está a aumentar a pressão sobre os fabricantes de automóveis e, igualmente, sobre os reguladores, para garantir que a tecnologia de condução automatizada possa ser implementada de forma segura.

O projeto de lei em causa deverá ser enviado para aprovação por parte dos outros ministérios ainda este verão, disse um porta-voz da tutela à mesma agência.