Um adolescente da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, matou o pai e rumou, de seguida, a uma escola primária, onde abriu fogo, deixando três feridos, informaram, na quarta-feira, as autoridades.

O presumível autor do tiroteio tem 14 anos e foi detido, indicou o diretor do serviço de emergências do condado de Anderson, Taylor Jones, em conferência de imprensa.

Aparentemente, o jovem matou o pai e seguiu para a escola, a aproximadamente três quilómetros, localizada na localidade de Townville, fazendo embater a viatura que conduzia contra o muro do pátio de recreio.

O jovem abriu fogo até ser, pouco depois, detido, graças à intervenção de um bombeiro que estava perto e conseguiu imobilizá-lo

Os feridos são duas crianças e uma professora. Um dos aluno e a docente já tiveram alta hospitalar, continuando no hospital apenas o rapaz que teve de ser submetido a uma cirurgia.

A escola que frequentam tem alunos dos quatro aos 12 anos de idade. As crianças estavam no recreio quando foram atingidas.