O presidente destituído do governo catalão, Carles Puigdemont, espera que o rei Felipe VI, na sua tradicional mensagem de Natal, que será transmitida esta noite, “retifique” a sua posição sobre a crise na Catalunha.

"Esta noite, o rei tem a oportunidade de começar a retificar. Espero que desta vez não a perca”, escreveu Puigdemont, numa mensagem publicada na sua conta no Twitter.

Puigdemont reforçou, assim, a mensagem publicada no sábado pela “Juns per Cataluña" (Juntos pela Catalunha), do qual é líder, ao pedir ao rei “que retorne à figura de árbitro que sempre teve o chefe de Estado” em Espanha.

Esta será a primeira intervenção desde 3 de outubro, quando Felipe VI fez um apelo para se manter a ordem constitucional, a vigência do estado de direito e o autogoverno da Catalunha, considerando o referendo "ilegal e irresponsável".

Atualmente, Carles Puigdemont está refugiado na Bélgica, depois de ter tentado, recentemente, promover a independência unilateral da Catalunha.