Carla Bruni suspeita de desvio de fundos públicos

Fundação da primeira-dama francesa terá recebido dinheiro de forma ilegal

Por: Redação / CP    |   8 de Janeiro de 2012 às 09:42
A mulher do presidente francês Carla Bruni Sarkozy está envolvida num escândalo de alegado desvio de fundos públicos.

De acordo com a imprensa francesa, a fundação da primeira-dama dedicada à luta contra o analfabetismo terá recebido de forma ilegal 3,5 milhões de euros do Fundo Nundial de Luta contra a Sida, um organismo do qual Bruni é embaixadora.

Os jornais dizem ainda que Carla Bruni terá feito transferências ilegais para várias empresas pertencentes a um amigo, o músico e empresário Julien Civange, que foi testemunha no casamento da antiga modelo com o chefe de estado Nicolas Sarkozy.

Perante tudo isto, Carla Bruni rejeita as acusações e garante que a fundação que preside nunca recebeu dinheiros públicos.
PUB
Partilhar
FOTOGALERIA:
Carla Bruni: primeira aparição pública desde o nascimento de Giulia

Sarkozy e Carla Bruni (Reuters) EM CIMA: Sarkozy e Carla Bruni (Reuters)
COMENTÁRIOS

PUB
60 buscas a Ricardo Salgado e ex-administradores do BES

Ricardo Salgado e os ex-administradores do BES estão a ser alvo de 60 buscas por parte de 200 inspetores da Polícia Judiciária, esta manhã, na sequência de suspeitas de crimes económicos e de gestão, confirmou a TVI. As buscas realizam-se em residências, escritórios e sede do Novo Banco, em Lisboa. O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal, Carlos Alexandre, está nas instalações do Novo Banco no âmbito destas buscas, um formalismo que deriva da lei sempre que existem buscas a bancos.