"Mais de 450 morreram por causa da onda de calor dos últimos três dias”, confirmou Sabir Memon, delegado de saúde.




“Mais de 200 deles foram recebidos mortos ou morreram no hospital”, afirmou.