Nem mesmo depois do ataque, os colaboradores do jornal Capital Gazette deixaram de trabalhar. Aliás, a edição de sexta-feira serviu de homenagem aos colegas que tinham acabado de perder a vida. E isso só era possível num parque de estacionamento. E assim foi.

O fecho de edição desta sexta-feira, que saiu um dia depois do ataque, mas foi terminada ainda no próprio dia da tragédia, foi feita num parque de estacionamento. O tiroteio na sede do jornal, em Annapolis, no estado de Maryland, nos Estados Unidos, fez cinco mortos e outros dois ficaram feridos.

A manchete do jornal "5 mortos a tiro" foi acompanhada pelos rostos e nomes dos cinco colegas mortos no ataque: Wendi Winters, Rob Hiassen, Gerald Fischman, John McNamara e Rebecca Smith.

Horas depois do ataque, o jornalista Chase Cook usou o Twitter para anunciar que o jornal ia para as bancas no dia seguinte. 

A edição desta sexta-feira leva as páginas de opinião em branco, uma vez que dizem estar "sem palavras" ao que tinha acabado de acontecer. 

O autor do tiroteio que provocou a morte de cinco pessoas na redação do jornal norte-americano foi detido minutos depois do ataque e já acusado de cinco crimes de homicídio em primeiro grau.