Um cão foi abandonado na estação de caminhos-de-ferro de Ayr, no oeste da Escócia, na passada sexta-feira, com uma mala que continha todos os seus pertences. O caso foi denunciado pela Polícia da Escócia através do Facebook e está a chocar o Reino Unido.

 
 

No interior da mala deixada ao lado de Kai - assim se chama o animal - estava a sua almofada do animal, o seu peluche, a tigela por onde se alimentava e alguns alimentos.

O Shar-Pei, de 2-3 anos, tinha microchip, o que permitiu à Associação de Proteção dos Animais da Escócia encontrar o dono de Kai. No entanto, tratava-se do dono que o vendeu, através do site Gumtree, em 2013 a uma pessoa da qual não possui os dados.

«Este caso destaca as potenciais consequências da venda de um animal online, uma vez que muitas vezes se trata de uma compra por impulso de animais sobre os quais as pessoas sabem pouco. Apesar do facto de Kai ter sido deixado com os seus pertences, este continua a ser um incidente cruel e estamos determinados em identificar a pessoa responsável», pode ler-se no Facebook.