Dois irmãos paquistaneses foram novamente detidos por reincidência em atos de canibalismo.

A polícia encontrou a cabeça de uma criança que aparentava ter cinco anos ao lado de uma fogueira. Um dos homens foi detido na segunda-feira, em flagrante delito, ao passo que o irmão foi apanhado pelas autoridades horas mais tarde nas redondezas da aldeia de Kahawar Khan, no distrito de Punjab.

Ambos confessaram ter comido carne humana. A polícia foi alertada pela população devido ao intenso cheiro que vinha da casa dos irmãos.

A cabeça seguiu para autópsia e desconhece-se se é a única vítima.

Os homens tinham sido libertados no ano passado depois de cumprirem uma pena de dois anos pelo mesmo crime. Na altura, os homens foram condenados por desmembrarem e comerem o corpo de uma mulher morta. Sem uma lei específica que incrimine atos de canibalismo, o Paquistão acabou por condenar os homens por profanação e cadáver, recorda a CNN.