A conhecida fabricante de canetas já pediu desculpa e retirou o anúncio da página.

 

A ativista feminista Caroline Criado-Perez foi uma das vozes que questionou a frase e mostrou a sua indignação, na sua conta de Twitter: “A sério? Pensar como um homem?”.

 

Inicialmente, a marca defendeu a sua posição, negando uma posição sexista e alegando que a frase tinha sido retirada de um blogue de uma mulher de negócios, mas acabou por ceder.

 

Na sua página de Facebook, na África do Sul, a Bic divulgou o seguinte texto: “Pedimos desculpa a todos os que ofendemos, nunca foi essa a nossa intenção, e já percebemos onde errámos”. Mas até o pedido de desculpa provocou uma onda de indignação.

 

 

Hi everyone. Let’s start out by saying we’re incredibly sorry for offending everybody - that was never our intention,...

Posted by Bic South Africa on  Terça-feira, 11 de Agosto de 2015

Esta não é a primeira vez que a Bic é acusada de sexismo. O mesmo aconteceu em 2012 quando decidiu lançar uma caneta “para mulheres”. Na altura, foi criticada por alimentar estereótipos fora de prazo.