Uma menina de 12 anos rapou o cabelo para angariar dinheiro para uma campanha de combate ao cancro da mama e para homenagear a avó, que combateu a doença durante nove anos e acabou por vencê-la. Charlotte Duggan tinha o cabelo comprido e resolveu rapá-lo e vendê-lo para angariar dinheiro para a campanha. Conseguiu mil libras (quase 1200 euros).

Mas o novo visual de Charlotte, que estuda em Basingstoke, no condado de Hampshire, Reino Unido, não agradou aos responsáveis da escola e a menina acabou castigada pela boa ação que levou a cabo. Charlotte ficou dois dias isolada dos amigos, numa sala, sem poder assistir às aulas juntamente com os colegas.

De acordo com o «Daily Mail», a menina decidiu praticar a boa ação durante as férias. «Não tinha como pedir permissão à escola para raspar o cabelo porque eu estava de férias. Acho que suspensão é só quando é um caso de mau comportamento. Fiquei muito chateada com isso e não sei como poderá afetar a minha educação», disse a menina citada pelo jornal.

A reação da escola também não agradou à mãe de Charlotte: «acho que é absolutamente ridículo tentarem fazer com que ela se sentisse como se tivesse feito algo errado».

A escola alegou que os alunos receberam antes das férias uma circular alertando sobre a necessidade de manter um padrão visual do cabelo. Sublinha ainda que deu a Charlotte a opção de assistir às aulas com a cabeça coberta por um lenço, mas os pais recusaram.

Charlotte aproveitou o castigo da melhor maneira e resolveu preparar um seminário aos colegas sobre a campanha de angariação de fundos para o programa de combate ao cancro da mama.