O tufão Goni, que fez 20 feridos entre segunda-feira e hoje à sua passagem pelo sudoeste do Japão, forçou o cancelamento de 300 voos, causou interrupções nos comboios de alta velocidade e cortes no fornecimento de energia elétrica.

Às 11:45 (03:45 em Lisboa), o tufão Goni estava a aproximadamente 200 quilómetros a norte da prefeitura de Fukuoka, na ilha meridional de Kyushu, movendo-se em direção a nordeste, segundo a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

O Goni, 15.º tufão de 2015 no Pacífico, com uma intensidade considerada como “forte” à passagem pelo Japão, ainda faz com que se mantenha o nível de alerta em grande parte das regiões do sul e do oeste do país devido ao risco de fortes chuvas, inundações, deslizamentos de terras e ventos de até 180 quilómetros por hora.