Os moradores de Newfoundland, no Canadá, foram surpreendidos na passada sexta-feira com a carcaça de uma baleia azul junto à costa. Desde então, além do mau cheiro, o cadáver do animal com cerca de 25 metros, não tem parado de aumentar de tamanho, e os habitantes temem que animal possa explodir, escreve o jornal «The Guardian».

As autoridades locais dizem que não têm meios para retirar o animal e as autoridades regionais apenas alertam que se o cadáver for devolvido ao mar ele será um perigo para os navios da região.

Apesar do incómodo e do medo, a carcaça da baleia azul tornou-se uma atração turística.

Jack Lawson, um cientista do departamento de pesca do Canadá, ouvido pelo «The Guardian», afirmou que o risco de explosão do animal «é muito pequeno» e que o mais provável é a carcaça começar a desinchar, perdendo o ar, «como um balão».