Onze pessoas morreram e 33 ficaram feridas num casamento no Camboja no domingo devido a uma granada alegadamente lançada por um jovem que dias antes tinha discutido com o noivo, informou a imprensa local, atualizando o último balanço de nove vítimas mortais.

O incidente ocorreu na noite de sábado no distrito de Prasat Sambor, na província de Kampong Thom, no centro do país, quando o suspeito, ao que tudo indica apaixonado pela noiva, lançou a granada na tenda onde dançavam várias dezenas de convidados.

O subchefe da polícia da província, Ker Khannara, disse ao diário Phnom Penh Post que o ataque ocorreu três dias depois de um indivíduo de 24 anos que lançou a granada ter tido uma discussão com o noivo.