A vaga de calor que tem atingido nas últimas semanas a Índia provocou mais de 2.200 mortos, anunciaram hoje as autoridades, quando se regista uma ligeira descida nas temperaturas com chuva dispersa.

Hoje, os estados de Andhra Pradesh e de Telangana, no sul, e a capital, Nova Deli, os mais afetados pelo calor, registaram trovoadas.

Mas, o alívio no calor poderá ser breve dado que são esperadas temperaturas a rondar os 45ºC nos próximos dias em várias regiões do país, segundo as mesmas fontes.

"Só no estado de Andhra Pradesh morreram 1.636 pessoas", disse à AFP um alto responsável, P. Tulsi Rani.

No estado vizinho de Telangana, 541 pessoas morreram na sequência da vaga de calor, de acordo com um outro responsável.

Esta vaga de calor já é a segunda mais grave do país, de acordo com números da EM-DAT, uma base internacional de dados sobre catástrofes naturais, depois de em 1998 terem morrido 2.451 pessoas devido às temperaturas muito elevadas.

O intenso calor na Índia levou já ao aquecimento do alcatrão nas estradas de Nova Deli que já começaram a mostrar sinais de estarem a derreter.