Foi divulgado um vídeo do momento em que os suspeitos do tiroteio em San Bernardino, no estado norte-americano da Califórnia, e a polícia trocaram tiros. O vídeo, filmado a partir de um telemóvel, mostra o pânico que se instalou entre quem estava na rua no momento da troca de balas.
 
Nas imagens pode ver-se o carro preto onde seguiam os suspeitos com os carros da polícia em perseguição. Começou depois uma troca de tiros.
 
Os agentes acabaram por abater os dois suspeitos, entretanto identificados como Syed Farook, cidadão norte-americano com 28 anos, e a mulher Tashfeen Malik, de 27.
 
A investigação continua, com a polícia a tentar perceber quais os motivos para este ataque. O FBI não descarta para já a tese de terrorismo.
 
Catorze pessoas morreram e 17 ficaram feridas, quinta-feira, no tiroteio. Tudo aconteceu num edifício de uma organização sem fins lucrativos dedicada à saúde e a pessoas com deficiência.
 
O foco dos ataques foi uma sala de conferências no edifício do Inland Regional Center, em San Bernardino, que estava a ser usada para a festa de Natal dos empregados do conselho municipal.
 
Na sequência do ataque, a polícia fez buscas numa casa em Redlands, que tudo indica está ligada a Syed Farook.