Um homem que entrou armado na sexta-feira num lar de veteranos em Yountville, Califórnia, nos Estados Unidos, foi encontrado morto, assim como três mulheres que tinha mantido sob sequestro.

De acordo com informações obtidas pela agência Reuters, o indivíduo fazia parte de um grupo em tratamento de stress pós- traumático de guerra.

Já as mulheres assassinadas seriam empregadas do lar de veteranos, que acolhe ex-militares das Forças Armadas norte-americanas que participaram em conflitos como a II Guerra Mundial, Guerra da Coreia ou Guerra do Vietname.

 

Segundo os relatos, o homem equipado com um colete e armado com uma arma automática entrou no lar, que foi cercado pela polícia, após ter feito reféns, vindo a ser encontrado morto, mais tarde, tal como as três mulheres