Um drone (aeronave não tripulada) esteve perto de embater com um avião de passageiros da companhia aérea alemã Lufthansa, quando este aproximava do aeroporto internacional de Los Angeles a 5.000 pés de altitude (cerca de 1500 metros), adiantaram esta sexta-feira as autoridades norte-americanas.

O drone voava apenas a 200 pés (61 metros) debaixo do avião comercial, o que levou a polícia de Los Angeles a desencadear uma busca para encontrar o proprietário da aeronave não tripulada, refere a agência EFE, citando os media locais.

O piloto do avião A380 da Lufthansa informou que um drone passou a cerca de 60 metros do aparelho, quando se dirigia para uma das pistas de aterragem", explicou em um comunicado o porta-voz para a divisão do Pacífico da Administração Federal da Aviação americana (FAA), Ian Gregor.

Apesar do incidente, o avião da Lufthansa aterrou sem problemas no aeroporto na Califórnia.

São cada vez mais frequentes os incidentes entre aviões e drones nos Estados Unidos. A FAA registou 238 casos em 2014 e 650 na primeira metade de 2015.

A Califórnia é o estado com maior número de denúncias de incidentes, segundo dados oficiais.

A falta de legislação no país relativamente à questão está a fazer com que os drones de tornem uma ameaça "real" para a aviação comercial. O alerta já tinha sido feito no mês passado pela Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA).