A companhia aérea TransAsia suspendeu, esta segunda-feira, 32 voos, que se juntam aos 90 cancelados no fim de semana. O objetivo é testar os seus pilotos após o acidente da semana passada em que morreram, pelo menos, 40 pessoas, em Taiwan. As imagens impressionantes do incidente foram registadas em vídeo.

Depois de se registar uma falha num motor da aeronave ATR 72-600, os pilotos desligaram o outro motor. Tudo indica que esse segundo não sofria de falhas mecânicas, segundo os resultados preliminares das análises às caixas negras.

O piloto do aparelho anunciou à torre de controlo problemas nos dois motores do avião apenas 37 segundos depois da descolagem. A informação foi divulgada pelo diretor do Conselho de Segurança da Aviação de Taiwan, Thomas Wang. 

O piloto foi considerado um herói por ter conseguido desviar-se dos edifícios na zona onde o aparelho se despenhou. Segundo a imprensa local, Liao Chien-tsung ainda estava agarrado ao joystick do avião quando o seu corpo foi encontrado. 

As operações para resgatar três desaparecidos das águas do rio Jilong, onde o avião se despenhou, continuam, apesar das baixas temperaturas e da falta de visibilidade nas águas turvas. A companhia também está a organizar os funerais.