Pelo menos seis pessoas morreram, esta terça-feira de manhã, em confrontos entre apoiantes e opositores do presidente egípcio deposto Mohamed Morsi no Cairo, elevando para dez o número de mortos nas últimas 24 horas, informa a imprensa oficial, escreve a Lusa.

Um balanço anterior dava conta de dois mortos na sequência de um ataque por homens armados contra uma concentração de apoiantes de Morsi junto à Universidade do Cairo.

A estes seis mortos juntam-se quatro manifestantes, apoiantes de Morsi, que morreram na noite de segunda-feira depois de a polícia irromper num acampamento de islamitas na praça do Renascimento, no Cairo, segundo informou hoje a Irmandade Muçulmana.