Pelo menos cinco pessoas morreram e cerca de 150 prisioneiros evadiram-se de uma prisão indonésia, na ilha de Sumatra, na sequência de motins e incêndios registados nas instalações prisionais, informou esta sexta-feira a polícia.

Os motins eclodiram na quinta-feira na prisão de Tanjung Gista, na cidade de Medan, capital da província de Sumatra do Norte.

Três das vítimas mortais eram prisioneiros e outras duas funcionários da prisão, segundo o porta-voz da polícia da província de Sumatra do Norte, Heru Prakoso.