Sete crianças, com idades entre os dez e os 14 anos, morreram, esta terça-feira, em Cabul, Afeganistão, quando brincavam com uma bomba e esta explodiu.

Segundo a CNN, que cita o chefe da polícia de Cabul, Abdul Rahman Rahimi, as crianças encontraram o explosivo, enrolado em tecido, e estariam a atirá-lo de uns para os outros, fazendo com que explodisse. 

Também esta terça-feira, em Cabul, uma bomba artesanal, feita com uma panela de pressão, foi detonada numa estrada movimentada da cidade matando três civis que iam a passar, confirmou o ministério do Interior.

Nenhum grupo terrorista reivindicou, até agora, a autoria deste último atentado.

(Foto de arquivo)