A fragata Álvares Cabral disponibilizou a sua equipa médica para ajudar a população da Ilha do Fogo, atingida pelo vulcão.
 
A equipa vai ajudar o delegado de saúde local a avaliar as necessidades dos habitantes. Uma outra delegação do navio acompanhou a ministra da Administração Interna de Cabo Verde, numa visita guiada às áreas afetadas pela lava.
 
A fragata Álvares Cabral está desde quinta-feira na Ilha do Fogo.
 
Esta manhã, o almirante da fragata disse que a contaminação da atmosfera no perímetro da cratera do vulcão do Fogo impediu o helicóptero da cooperação portuguesa de sobrevoar a cratera de Chã das Caldeiras.

Segundo Silvestre Correia, a decisão foi tomada após uma visita conjunta ao terreno de responsáveis da Proteção Civil cabo-verdiana e da fragata portuguesa, que se encontra desde quinta-feira ao largo de São Filipe a apoiar as operações humanitárias na sequência da erupção vulcânica que assola a ilha do Fogo desde 23 de novembro.