O aumento da velocidade da lava expelida pelo vulcão que assola desde domingo a ilha do Fogo obrigou hoje de madrugada à evacuação do centro de operações de segurança que monitoriza também a erupção em Chã das Caldeiras.

Em declarações à agência Lusa, Nuno Oliveira, diretor das operações no terreno do Serviço Nacional de Proteção Civil (SNPC) cabo-verdiano, adiantou que o centro, situado na escola de Portela, em Chã das Caldeiras, planalto que funciona como base de vigilância junto das bocas da erupção vulcânica, tem as lavas a menos de 50 metros.